Suplemento Pernambuco Nº 187 - Setembro 2021

R$ 10,00
. Comprar  
O impossível como ponto de partida da escrita de Marguerite Duras (1914-1996), autora francesa cuja obra começa a ser republicada no Brasil neste mês; como, no álbum Boladona (2004), Tati Quebra Barraco construiu uma poética que subverte relações de dominação; em entrevista, o sociólogo Richard Miskolci discute a relação entre redes sociais e levantes conservadores no Brasil, assunto de seu novo livro; três formas de ativar linguagem poética durante a pandemia apontam uma "artificação" da política; uma discussão sobre Machado de Assis a partir de sua formação em país pós-colonial, por Silviano Santiago.
• Prazo para postagem:
Veja também