As Veias Abertas Da América Latina, de Eduardo Galeano

R$ 68,90
. Comprar  
“Uma obra essencial, não só para entender a América Latina, mas para entender a vida e o mundo.”

Eric Nepomuceno

Se a história é escrita pelos vencedores, As veias abertas da América Latina, lançado em 1971, é a exceção da regra. Trata-se de uma história dessa região, da colonização à segunda metade do século XX, que foca no derramamento de sangue indígena, na espoliação econômica e na dominação política impostos primeiro pelos europeus, depois pelos Estados Unidos.

Hoje, em um mundo pós-Guerra Fria, mesmo com o fim das ditaduras militares do período (durante algumas das quais o livro foi proibido, na Argentina, Brasil, Chile e Uruguai), as veias da América Latina continuam sangrando. Como Galeano escreveu em 2010: “O autor lamenta que o livro não tenha perdido atualidade. A história não quer se repetir [...], mas a obrigamos a se converter em destino fatal quando nos negamos a aprender as lições que ela, senhora de muita paciência, nos ensina dia após dia”.

Cinquenta anos após seu lançamento, em meio à globalização da poluição e dos desastres ambientais (mas não dos lucros das grandes multinacionais), à desigualdade social crescente, à persistência da epidemia de fome nessa que é uma das regiões mais férteis do mundo, este best-seller internacional é mais necessário do que nunca. Com seu texto lírico e amargo, ilustrado com o traço do argentino Tute para esta edição, Galeano transmite, com sua consagrada maestria, uma mensagem que transborda humanismo, solidariedade e amor pela liberdade e pelos desvalidos."
• Prazo para postagem:
Veja também