Tempos Líquidos - Nova Edição

R$ 46,90
. Comprar  
Em Tempos líquidos, Zygmunt Bauman faz uma reflexão profunda sobre a insegurança, sobretudo nas grandes cidades. A insegurança é a marca fundamental dos tempos líquido-modernos. Terrorismo, crime organizado, desemprego e solidão: todos esses são fenômenos típicos de uma era na qual a exclusão e a desintegração da solidariedade expõem o homem aos seus temores mais graves.
Segundo Bauman, o desmonte dos mecanismos de proteção aos menos favorecidos, somado aos efeitos incontroláveis gerados pela globalização, propiciou um ambiente inseguro por definição. Assim, as metrópoles se tornam o local por excelência das ansiedades.
"Construídas para fornecer proteção a todos os seus habitantes, as cidades hoje em dia se associam com mais frequência ao perigo que à segurança", afirma Bauman. Não à toa, para ele, é no medo que se baseia a legitimidade da política contemporânea, incapaz de alcançar a origem global dos problemas – o que acaba por alimentar, ainda mais, as angústias da vida na modernidade líquida.
• Prazo para postagem:
Veja também