A invenção das mulheres, de Oyèrónk Oywùmí

R$ 69,90
. Comprar  
Marco referencial no campo dos estudos de gênero, o livro da socióloga nigeriana Oyèrónk Oywùmí oferece uma nova maneira de compreender o papel social da mulher a partir de referências africanas, especificamente da cultura iorubá. A pesquisa, resultado de sua tese de doutorado, revela como a ideologia do determinismo biológico está no cerne das categorias sociais ocidentais – a ideia de que a biologia fornece a base lógica para organizar o mundo social. Em oposição, a autora mostra como conceitos baseados no corpo não eram centrais na organização das sociedades iorubás antes da colonização. Dessa maneira, sua análise acaba por destacar a natureza contraditória de dois pressupostos fundamentais da teoria feminista: que o gênero é socialmente construído e que a subordinação das mulheres é universal. Na recuperação dos conceitos africanos, apagados pela experiência colonial, A invenção das mulheres apresenta uma crítica da tradição ocidental que alterou o modo como os estudos de gênero se articulam, expandindo significativamente o seu campo de análise.

“Oyèrónk Oywùmí nos possibilita entrar em contato com outras configurações para pensarmos corpo, gênero e visões de mundo. Na contramão da lógica ocidental de hierarquização e fixação dos papéis sociais – sobretudo o papel da mulher, principal foco de sua análise –, Oywùmí nos apresenta modos de existência que questionam as categorias que vêm sustentando os discursos hegemônicos ao longo dos séculos.”
– Katiuscia Ribeiro e Raphael Arah
Veja também