Versão Impressa - Suplemento Pernambuco Nº 176

R$ 6,00
. Comprar  
Para ler Audre Lorde: a chamada da capa desta edição do Pernambuco pode levar a pensar que estamos diante de um simples guia de leitura. De fato, o texto de Cidinha da Silva nos apresenta pontos essenciais do trabalho de Lorde (1934–1992) — poeta, ensaísta, ativista do feminismo negro que tem parte de seu trabalho publicado no Brasil por quatro editoras (três das quais já lançaram seus volumes). Apresenta reconhecendo que dualidades como mente e corpo ou ética e estética são, na verdade, continuidades relacionais: uma leva a outra e vice-versa, não há separações como as impostas pelo pensamento eurocentrado. Mas o “guia de leitura” criado por Cidinha não é simples, ou seja, não aborda a obra de Lorde apenas como uma teoria importante. Em lugar disso, mostra a potência desse legado a partir de sua aplicação viva, de sua reflexão e vivência na realidade material como forma responsável de estar no mundo. É um texto trançado no ritmo de uma caminhada, uma andança na qual cada passo no chão firme da obra de Lorde vai pensá-la na forma de uma conversa quando apenas escutamos, a cada passo, outra pessoa falar.

O lugar hegemônico também é interpelado pelas palavras de Sandra Benites Guarani Nhandewa, na entrevista do mês. A antropóloga e curadora adjunta do Masp nos fala sobre como seu trabalho é pautado em estabelecer diálogos entre os diferentes. No que diz respeito ao trabalho intelectual realizado por mulheres, um texto da pesquisadora Ana Elisa Ribeiro investiga caminhos históricos das que trabalham no mercado editorial brasileiro. Além de outros textos que discutem obras e autorias diversas, você ainda encontra por aqui o ensaio da cientista política Grazielle Albuquerque, que discute a importância política, para a operação Lava Jato, de uma construção iconográfica dos promotores e juízes envolvidos na ação sendo representados como super-heróis.

Publicamos um conto de Antônio Xerxenesky que compõe a série Botão Vermelho, parceria nossa com o Instituto Serrapilheira. Nela, literatura e ciência estão juntas para pensar novos mundos. A série começou na nossa edição de setembro e se estenderá por quatro edições além desta que você lerá agora
• Prazo para postagem:
Veja também