cada um a seu modo - de Marcelo F. Lotufo

R$ 30,00
. Comprar  
Entre o ensaio e a ficção, cada um a seu modo procura escrever inquietações. Descrente de respostas, como o próprio autor afirma, o livro encontra conforto na certeza de que ainda temos perguntas a fazer; de que, apesar de tudo, ainda estamos em movimento. Um pássaro que nos escapa, um fim que também é um começo, um enterro e seus desdobramentos, um prazo que se aproxima e a aceitação das nossas próprias limitações. Nos cinco contos do seu livro de estreia, Marcelo Lotufo propõe uma trama que retoma temas sempre atuais como morte, família e passarinhos. Apostando na variação de abordagens e perspectivas, assim como em uma voz sensível e coerente, as histórias de Lotufo se dobram sobre si mesmas, ganhando novos significados em conjunto. Elas constroem uma trama incompleta por desígnio a qual o leitor ou leitora é convidado a preencher com suas próprias dúvidas. "É mais do que citada a explicação de um escritor, ao entregar um texto que lhe fora encomendado: está longo assim porque não tive tempo de fazê-lo curto. Marcelo Lotufo não corre esse risco. É evidente, pelo resultado logrado, que o autor dedicou o imprescindível tempo longo para pesar, corrigir, refazer ou experimentar os cinco contos deste breve livro. Convenhamos que colocar a literatura acima da presunção autoral e a favor do tom despretensioso é uma escolha inesperada num ficcionista estreante. (...) O que considero de interesse particular em todos os contos, que são diferentes, mas tem a atravessá-los um mesmo fio, concentra-se no timbre da voz do narrador, que nos convence de sua autenticidade. Às vezes essa voz se aproxima do ensaio, mas se mostra sempre despojada diante do leitor, puxando-o muitas vezes para dentro do texto que escreve."
- Vilma Arêas

SOBRE O AUTOR
Marcelo F. Lotufo é professor, escritor, tradutor e editor. Para as Edições Jabuticaba traduziu Sotto Voce e outros poemas, de John Yau, Que tempos são estes, de Adrienne Rich, e Os elétrons (não) são todos iguais, de Rosmarie Wadrop. Publicou textos e ensaios em diferentes revistas, como Pessoa, Rascunho e Suplemento Pernambuco.
• Prazo para postagem:
Veja também