Gaytástrofes, de Guilherme Luz

R$ 29,90
. Comprar  
Gaytástrofes é a história de um grupo de quatro gays moradores do bairro da Lapa, no Rio de Janeiro. Abordando os temas de um submundo mais underground do que muitos imaginam, a vida dos jovens é retratada de forma crua e sem romantizações. Iniciando-se com a deposição da ex-presidente Dilma Roussef (2016) e encerrando a primeira temporada com a eleição do atual presidente Jair Messias Bolsonaro (2018), esta aventura expõe quão conturbada é a vida gay carioca. Brigas, drogas, sexo, assassinatos, suicídio, aplicativos, tráfico de drogas, divas da música, gordofobia, homofobia, devaneios filosóficos, ISTs, noites e noites de sono perdidas em boates, festas, orgias e blocos de carnaval formam as cenas na qual se desenvolve o enredo. O calor dos trópicos, as catástrofes naturais, políticas e sociais são o pano de fundo. Cenário paradisíaco, pressão das redes sociais, falta de dinheiro, distúrbios psicológicos e substâncias estimulantes sexuais agravam a conjuntura. Um fugitivo, um influencer digital frustrado, um ex-militante de esquerda e um comissário de bordo protagonizam as mais absurdas situações vividas por tantos homossexuais, dia e noite, pelas ruas da cidade maravilhosa. Muitos serão os desafios dos nossos quatro rapazes ao entrar na vida adulta. Entretanto, a segurança que os manterá de pé será apenas uma: a amizade. Mais que as quatro personagens individualmente, o protagonista é o grupo dos amigos. Grupo esse que luta contra as forças das principais antagonistas, a The Club, boate que eles frequentem religiosamente aos sábados, e seus desejos obscuros e incontroláveis. Respirem fundo que vai começar o badalo. E uma vez batida, sair da onda não será tão fácil. É melhor aproveitar o percurso e, se conseguir, não se afogar, pois o buraco pode ser profundo ao ponto de não permitir retorno. Respire fundo e esteja preparado.
• Prazo para postagem:
Veja também