Théâtre Du Soleil, de Béatrice Picon-Vallin

R$ 139,90
. Comprar  
Eu acho que o teatro é feito para narrar o mundo, para torná-lo claro para nós e nos dar força de compreendê-lo e, portanto, de transforma-lo. Eu não imagino esta arte sem sua relação com o mundo”. As palavras de Ariane Monouchkine, fundadora e diretora do Théâtre Du Soleil, definem bem o espírito de sua trupe, um dos mais criativos grupos de teatro do mundo da atualidade, marcante por sua longevidade, seu percurso exemplar e o renome internacional alcançado por seus espetáculos. Béatrice Picon-Vallin – na companhia das vozes daqueles que fazem o Soleiel – narra a epopeia de um grupo de teatro que se distingue, em conjunto com a qualidade de suas criações artísticas, pela originalidade de seu funcionamento, por seus métodos de trabalho e por uma relação com o mundo que funde vida e arte. Premiado como melhor livro sobre o teatro na França, O Théâtro Du Soleil: Os Primeiros Cinquenta Anos, que a Perspectiva e as edições Sesc São Paulo ora publicam, com uma numerosa iconografia em grande medida inédita, é tanto o relato histórico sobre a trupe como uma bem-sucedida forma de traduzir esse espírito corajoso e inovador em uma obra que o apresenta à luz da fulgência solar da recomposição histórica e crítica de Béatrice Picon-Vallin. Diretora emérita de pesquisas do Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS), Béatrice Picon-Vallin consagra parte de suas investigação à história e à encenação. Dirige as coleções dedicadas às artes do espetáculo Mettre em scène (Actes Sud Papier), TH 20 (LÂge d’Homme) e Arts Du spectacle (CNRS Éditions). É autora, entre outros, de A Cena em Ensaios (Perspectiva, 2008) e Meirhold (Perspectiva, 2013).
• Prazo para postagem:
Veja também