O poder do sim-um dramaturgo procura entender a crise, de David Hare

R$ 60,00
. Comprar  
Nesta peça, o célebre dramaturgo britânico David Hare desvenda as impetuosas decisões por trás do modelo econômico capitalista que levaram à crise financeira de 2008 e seus ecos nos dias atuais

Em 15 de setembro de 2008, o banco de investimento estadu­nidense Lehman Brothers foi à falência, marcando o início da maior e mais recente crise financeira mundial. A fim de entendê-la, o National Theatre de Londres encomendou ao dramaturgo britânico David Hare uma peça sobre o assunto, e assim surgiu O poder do sim. Fazendo-se personagem de sua própria obra, o autor imiscui-se entre figuras-chave do mercado financeiro – banqueiros, economistas, acadêmicos, jornalistas, etc. – a fim de examinar, em detalhes, as causas que levaram o sistema capitalista a colapsar naquela data. Se o tema a princípio parece complexo e distante do univer­so de grande parte dos leitores, a dinamicidade dos diálogos e a desfaçatez dos personagens nos envolvem, num crescen­do, ao longo dos nove quadros que constituem este drama. Estreia de David Hare para o público brasileiro, O poder do sim: um dramaturgo procura entender a crise financeira reitera sua fama de grande dramaturgo social da atualidade, além de questionar quão catastróficas podem ser as conse­quências da permissividade ao capital financeiro. Esta edição traz prefácio assinado pela pesquisadora e professora Anna Stegh Camati, e posfácio de autoria da pesquisadora, economista, e também professora, Leda Maria Paulani, além da seção “Anexos”, que inclui a Ficha técnica da estreia, Notas biográficas sobre os personagens e um Glossário de termos, personalidades e instituições financeiras, a fim de contextualizar o leitor brasileiro e aprofundar seus conhecimentos tanto sobre os vocábulos citados na obra como em relação ao universo financeiro em si. A tradução é de Clara Carvalho, que também é diretora e atriz integrante do núcleo artístico do Grupo Tapa.
Nesta peça, o célebre dramaturgo britânico David Hare desvenda as impetuosas decisões por trás do modelo econômico capitalista que levaram à crise financeira de 2008 e seus ecos nos dias atuais
• Prazo para postagem:
Veja também