Uma espécie de cinema

R$ 62,00
. Comprar  
Os organizadores dessa antologia reuniram 50 poemas brasileiros e 50 poemas
portugueses, em função da presença temática e estrutural do cinema. Diz Herberto Helder que as palavras têm a virtualidade de ganhar autonomia, reportando-se à um universo que descreve como “uma espécie de cinema das palavras/ ou uma forma de vida assustadoramente juvenil”. Em alguns dos textos selecionados é, de fato, a valorização do fluxo das imagens e dos processos de montagem que determina um vínculo com o cinema. No entanto, a relação entre a poesia contemporânea e o cinema não se esgota neste tipo de articulação, como também o demonstram outros textos convocados, nos quais são sobretudo visíveis as articulações temáticas e os processos ecfrásticos que retomam sequências fílmicas específicas.
• Prazo para postagem:
Veja também