Arte Total Brasileira

R$ 60,00
. Comprar  
O livro é o desdobramento da dissertação de mestrado do autor e aborda a história do Carnaval no Brasil, em especial a tradição das Escolas de Samba.
O autor trata da teatralidade presente nos desfiles comparando-os ao conceito de "Arte Total" de Richard Wagner, já que engloba todas as formas de arte e de tecnologia possíveis em seu tempo (música, artes plásticas, drama, literatura, dança, performance, body-art, vídeo, instalação, circo, visagismo, design, arquitetura...) e sua relevância artístico-cultural, considerando o Carnaval como a grande ópera de rua brasileira.
O autor também aproxima os desfiles da espetacularização dos autos e cortejos populares afirmando que “temos diante de nós uma arte total da integralidade afro e tupiniquim, brasileira e nossa, devidamente "aclimatada", digamos, aos trópicos, sequência progressivamente espetacularizada de nossa tradição do auto popular; trabalho coletivo feito com sangue negro, indígena, branco... e na mistura antropofágica de erudito e popular que tanto nos define”, trazendo um olhar sobre a presença vital do negro e da mulher na estética carnavalesca.
O texto é atravessado por depoimentos de artistas e realizadores que dialogam com os desfiles, como os carnavalescos Renato Lage e Márcia Lage, que também assina a orelha do livro, o carnavalesco e ilustrador Leonardo Bora que cedeu ilustrações de sua autoria para compor o “enredo” do livro, além de Amir Haddad, José Celso Martinez Corrêa, Antonio Pedro Borges, Ulysses Cruz, Felipe Vidal, entre outros.

Prefácio de Felipe Ferreira, professor do Instituto de Artes e do Programa de Pós-Graduação da UERJ e Coordenador do Centro de Referência do Carnaval e apresentação do ator e diretor Isaac Bernat e da carnavalesca Márcia Lage.
Veja também