Exílio - O Lago das Incertezas, de Lucas Guimaraens

R$ 38,00
. Comprar  
Ausência, saudade, distância, vazio existencial, esperança e visões da desigualdade social estão entre as paisagens sentimentais do viajante-poeta mineiro Lucas Guimaraens em seu novo título Exílio – o lago das incertezas, publicado originalmente na França, em junho de 2017, em edição bilíngue francês-português, pelo selo L’Harmattan. Quarto livro do escritor, Exílio nasceu de suas observações e inquietações desde a época em que morou na França, onde estudou direito e filosofia na Universidade Paris 8 e Paris X, até os dias atuais.

Com apresentação assinada pelo conterrâneo Edimilson de Almeida Pereira, o livro se compõe de 27 poemas escandidos agrupados em cinco seções, cada uma delas inaugurada por um poema em prosa. Esses poemas iniciais – que podem se assemelhar ora a contos, ora a crônicas – estabelecem os pilares de toda a obra: dão o tom da linguagem escolhida (do coloquial ao que poderia ser classificado de neossurrealismo) e marcam o cotidiano (dar voz às vozes, como Michel Foucault já prenunciava) e a sensação de inquietude própria do século XXI (temáticas recorrentes da chamada geração 00) que são retratados nos demais poemas de cada parte. 

Sobre o autor:

Lucas Guimaraens é poeta, ensaísta, tradutor e produtor cultural, atualmente Superintendente de Bibliotecas Públicas e Suplemento Literário de Minas Gerais. É mineiro de Belo Horizonte, 38 anos. Publicou poemas em diversas antologias, periódicos e revistas no Brasil e no exterior (dentre as quais, a Revista Poesia Sempre, da Fundação Biblioteca Nacional, a Revista da Academia Mineira de Letras, a revista Espanhola En Sentido Figurado, a turca Siiristanbul Poetistanbul 2014 e a francesa Caravelles), tendo recebido alguns prêmios literários. Lançou, em 2011, seu livro: Onde (poeira pixel poesia), pela editora carioca 7Letras. Em 2015, lançou novo livro de poemas, 33,333 – Conexões Bilaterais, pela Azougue Editorial, com pinturas de Fernando Pacheco e textos de apresentação do músico Milton Nascimento e do escritor Claudio Willer. No mesmo ano, lançou seu livro de filosofia Michel Foucault et la dignité humaine (editora L'Harmattan). Em 2017, lançou, na França, o livro de poemas Exil – le lac des incertitudes (editora L’Harmattan). É também curador de eventos literários como o Circuito das Letras 2016 (MG), Festival Internacional de Poesia de Istambul 2014 (Turquia) e da Bienal Internacional de Poetas Paris/Val-de-Marne 2017 (Paris). Vem de uma linhagem poética a começar por Alphonsus de Guimaraens, seu bisavô.
• Prazo para postagem:
Veja também